PROFESSOR: O AMOR É CIENTÍFICO?

Esse é o tema que trato no vídeo a seguir!!! Pois é…

Por muito tempo, quem sabe até os dias de hoje, a Ciência era unicamente sinônimo de Razão, de Intelecto, dos fenômenos naturais que pudessem ser traduzidos em números ou comprovados em ensaios repetitivos.

Nesta visão não cabe falar de AMOR, num campo em que o AMOR não pode ser medido com as antigas réguas da Ciência. 

Clique aqui para pegar o seu eBook GRATUITO “Como Prescrever as Suas Atividades Psicomotoras – Psicopedagógicas”

.

Mas estamos desbravando novos campos através da Mecânica Quântica, que nos dá indícios de novas formas, métodos e linguagem da Ciência, e quem sabe, não é o início de uma Nova Era onde se falará de AMOR & CIÊNCIA como algo inseparável no campo de estudos, pesquisas, e principalmente, das intervenções cientificamente chanceladas. 

Neste vídeo, falo sobre este tema contando algumas experiências que vivi no Campo Científico e com o tema “AMOR”.

Vale a pena conferir!!!

Prof. Lino

 

 

Robert Indiana's Monumental Sculpture, AMOR, to Grace the East Terrace of the Philadelphia Museum of Art

Saiba quais são os 7 passos para prescrever as suas atividades psicomotoras!

Receba eBook GRÁTIS em seu e-mail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *