Prof. Lino Azevedo Júnior

linoEm 1995, o Professor de Educação Física Lino Azevedo Júnior, iniciou trajetória no campo da Educação, quando a partir de alguns pressupostos e princípios diferentes do senso comum, iniciou sua prática pedagógica ministrando aulas e coordenando um grupo composto de 40 educadores e 250 crianças e adolescentes provenientes de uma comunidade considerada como de alta vulnerabilidade social de Campinas/SP/Brasil, que embora com resultados positivos facilmente observáveis, foi alvo de críticas, resistência e oposição, por uma parcela significativa dos educadores envolvidos no trabalho, principalmente no que se refere à prática da tolerância, respeito à liberdade individual e a amorosidade despendida aos alunos, quando o senso comum se pautava pela rigidez de uma “disciplina” autoritária e uma indiferença fria justificada por uma “postura científica”.

Professor Lino Azevedo Júnior é formado em Educação Física pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas – PUC Campinas; Especialista em Arteterapia pela Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP; Especialista em Gestão Ambiental pela Faculdade Anhanguera; Aperfeiçoamento no Método Montessori pela Escola Montessori de Campinas & Faculdade METROCAMP; Criador do MÉTODO (psicomotor) VIDA PURA; Fundador do Instituto Vida 100%.

Recebeu o prêmio “Profissional do Ano” do CREF/SP (Conselho Regional de Educação Física).

trofeu-cref-3

Apresentou o Método Vida Pura em 2011 no VII Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana e no XIII Simpósio Paulista de Educação Física, promovidos pela UNESP (UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA) / campus de Rio Claro/SP.

Currículo LATTES: https://lattes.cnpq.br/4449281412422441

Em 1997, o autor colocou em prática sua pedagogia com alunos, denominados na época de pessoas portadoras de deficiências, no CIAD – Centro Interdisciplinar de Atenção ao Deficiente, da PUC Campinas. Nesta época começava a ficar mais evidente a eficácia da sua abordagem, pois se observava com maior nitidez e com certa surpresa dos envolvidos, os resultados conquistados, principalmente com alunos diagnosticados clinicamente como autistas. Desde então, este Método vem sendo ampliado, organizado e ao mesmo tempo vem chamando a atenção dos profissionais das áreas da Educação Física, Educação e Saúde, bem como dos pais de alunos, da comunidade acadêmica e da mídia, o que proporcionou vários convites para palestras, inclusive na FACIME – Faculdades de Ciências Médicas de Terezina – PI, a ministrar cursos, como o curso de extensão universitária: “Atividade Física Adequada às Pessoas Especiais” ministrado a seis turmas na PUC Campinas, além de várias reportagens em rádio, jornal e TV.

Durante este percurso de 20 anos lidando diretamente com alunos, pôde-se observar que pequenas diferenças nos olhares e suas consequentes ações diferenciadas em seus detalhes, podem resultar em grandes resultados. Estes resultados é que chamaram e chamam a atenção das pessoas que de alguma maneira tomam conhecimento deste trabalho, fazendo surgir inevitavelmente uma questão: mas afinal, o que neste trabalho provoca tais resultados? Motivados a responder a essa pergunta e com o desejo que os benefícios deste Método chegue a um número maior de pessoas possível, é que  estamos motivados a compartilhar nossa experiência com o Método Vida Pura e a teoria PsicoMotricidade Positiva.