Arteterapia e Psicomotricidade

Quando alguma coisa quer sair usando a via da mente e da mente para a escrita, parece que algo ou alguém quer se comunicar, se expressar.

Mas as vezes é só mesmo algo dentro de si que deseja, e as vezes chega até a implorar, o direito de se expressar, a condição de subir à tona, feito uma boia que se enche nas profundezas e que sobe desesperadamente à superfície, desejando, implorando, a necessidade de subir, de ser vista, de ser compreendida pela consciência que habita feito plâncton a superfície do mar da inconsciência.

Então deixar que a boia se expresse, deixar que os pensamentos subam à tona e se mostrem através da escrita, não é tão somente algo mecânico ou sem sentido, mas algo que faz parte da ordem natural das coisas, faz parte de uma necessidade da psique em se mostrar com suas vontades próprias.

Satisfazer esses desejos é como dar alimento aos peixes que habitam esse mar. Conteúdos-peixes que moram e que nadam nesse mar misterioso, profundo e inatingível em certos níveis, que por vezes e por ora se mostram a superfície e com isso ajuda todo o sistema a se equilibrar, a se conhecer e a dialogar consigo mesmo.

Diálogo profundo, sincero e natural, faz com que se pense e se escreva o que se pensa, assim muitas coisas são solucionadas, muitas coisas são descobertas, muitos mistérios são desvelados.

Santa ignorância daqueles que não sabem e que não desfrutam dessa maravilhosa forma de autoconhecimento, de conversa consigo mesmo sobre alegrias e dores profundas que ao emergir são colocadas a pratos limpos.

Arteterapia é uma área de estudo, pesquisa e intervenção, onde as artes são vistas, tanto como expressão simbólica da individualidade como estratégia de intervenção. Assim, a escrita pode reunir em si a arte, a terapia e a psicomotricidade. O conceito exposto neste texto, nos mostra bem o espírito da Psicomotricidade e da Arteterapia.

Limpos, muita coisa é renovada, movida de lugar, possibilitando a reorganização sadia e eficaz dessa grandiosa alma humana.

Persevere em seus exercícios de escrever sem se preocupar com que se escreve, em escrever e dialogar com seus escritos.

Para solicitar nosso eBook “Como Prescrever Atividades Psicomotoras” clique aqui!

Há uma multidão de peixes-conteúdos que nadam em alma coletiva dentro de ti, que aos poucos precisam ser individualizados, ser reconhecidos para poderem ser diferenciados e posteriormente, integrados à totalidade.

*Por gentileza, deixe o seu comentário abaixo, queremos saber o que você está pensando!!! Grato!!!

lino

 Prof. Lino Azevedo Júnior

Saiba quais são os 7 passos para prescrever as suas atividades psicomotoras!

Receba eBook GRÁTIS em seu e-mail

2 Comentários

  1. Claudia Bertini

    Sou artista plastica e arteterapeuta. Gostaria de entender um pouco mais sobre psicomotricidade ja que atendo também crianças!

    • Prof. Lino

      Cara Claudia, grato pelo seu comentário. Gostaria muito de saber quais são suas inquietações, da sua perspectiva como artista plástica e arteterapeuta. Fico no aguardo para nossas reflexões, abçs, Prof. Lino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *